Telefone / Fax: (51) 3339.1811 sbdrs@sbdrs.org.br

Profissionais cumprem importante papel na recuperação dos pacientes após o processo operatório

A obesidade é considerada uma epidemia em todo o mundo atualmente, e a cirurgia bariátrica é uma opção de tratamento cada vez mais realizada. São muitas as mudanças decorrentes da grande perda de peso e a pele é um dos órgãos que reflete estas alterações.

– Um dos importantes pontos a serem monitorados é a deficiência de vitaminas, ferro e proteína que podem levar à lesões de pele, cabelos e unhas. Entre as alterações mais comuns estão a rarefação dos cabelos, a fraqueza das unhas, as dermatites e fissuras labiais – explica a secretária-geral da Sociedade Brasileira de Dermatologia – Secção RS (SBD-RS), Ana Paula Manzoni.

Após a perda de peso maciça, que segue a cirurgia bariátrica, cerca de 90% dos pacientes tendem a ter repercussões negativas decorrentes da grande sobra de pele. Além dos problemas estéticos, isto leva a dificuldades na higiene corporal.

– Caso o paciente não seja adequadamente orientado, há o risco de ocorrência de dermatites e a contaminação da pele por fungos e bactérias, principalmente nas áreas de dobras e onde há mais pele redundante – revela.

Apesar do risco do aparecimento de algumas doenças de pele, o emagrecimento leva a melhora da autoestima dos pacientes e os dermatologistas também são muito procurados para a implementar os cuidados estéticos .

 

Divi WordPress Theme