Telefone / Fax: (51) 3339.1811 sbdrs@sbdrs.org.br

Conjunto de medidas fotoprotetoras contribuem para a prevenção do câncer de pele

A prevenção ao câncer de pele tem se caracterizado por ações permanentes ao incentivo de novos hábitos e alertas a população sobre as medidas de proteção contra os raios solares ultravioleta (UV). Como resultado destas iniciativas, é notória a conscientização do uso do protetor solar em creme.

Lembrado, anteriormente, somente em casos de exposição ao sol na praia e na piscina, o item tornou-se indispensável para boa parte da população brasileira, assim como para gaúchas e gaúchos, esclarecidos de que a medida auxilia na prevenção de cancer de pele, envelhecimento, manchas e alergias relacionadas à luz.

Neste mesmo sentido, reforçamos na edição deste ano da Campanha Nacional de Prevenção ao Cancer de Pele/ Dezembro Laranja as medidas gerais de fotoproteção. Nosso foco é reforçar os aspectos que possam preservar a pele de lesões pré-malignas ou malignas. Reduzir ao máximo o risco de queimadura solar com as medidas de evitar a exposição solar direta entre 10h e 16h, optar por roupas que cubram a maior parte da pele e aplicar protetor solar nas demais áreas e utilizar chapéus ou bonés.

Além disso, é necessário estar atento às alterações no couro cabeludo, face, antebraço, colo e mão. Pacientes que percebam alguma variação na pele, principalmente nestes locais indicados, devem procurar um dermatologista especialista.

A boa notícia é que embora o câncer de pele seja o tipo da doença mais frequente no Brasil, ele também apresenta altos percentuais de cura quando identificado de forma precoce. Um dos motivos é o progresso no campo da medicina, tornando as técnicas cirurgicas mais eficazes e introduzindo medicações mais modernas no arsenal terapeutico, tanto das lesões estabelecidas quanto das pré malignas (campos de cancerização) , oferecendo maiores chances de sobrevida aos pacientes. Desta forma, lutamos, ainda, pelo diagnóstico precoce, o que garante mais probabilidade de cura.

Como profissionais, precisamos, também, atuar fora da teoria e do consultório. Por isto, participamos mais uma vez neste último mês do ano de ações para intensificar junto à população gaúcha estas medidas preventivas. A iniciativa ocorrerá em outros estados brasileiros, a partir de uma orientação da entidade nacional, que com esta edição completa 18 anos do movimento.

Queremos que as pessoas encontrem nos dermatologistas especialistas uma fonte segura de informação. Nos dias 2 e 15 de dezembro estaremos à disposição para orientações e distribuição de materiais gráficos. O interior do estado também deve contar com atividades em hospitais e centros clínicos.

No entanto, é necessário reforçar que os cuidados não devem centrar-se somente no período do verão. De fato, entre outubro e março, registramos níveis elevados de radiação solar, porém, os raios UV estão presentes até mesmo no inverno e em dias nublados. Desta forma, é importante que os princípios que o Dezembro Laranja traz consigo permaneçam ao longo de todo o ano.

Divi WordPress Theme