Telefone / Fax: (51) 3339.1811 sbdrs@sbdrs.org.br

Iniciativa contou com nove pontos de atendimento na capital e no interior do estado

Nem mesmo o tempo fechado impediu que a população de Porto Alegre, Canoas e de outros seis municípios do interior do Rio Grande do Sul, comparecessem ao mutirão de atendimento para detecção precoce do câncer de pele na manhã de sábado (1°/12). A campanha da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) ocorre há 20 anos e marca o início do Dezembro Laranja, mês de prevenção do Câncer de Pele.

No estado, o mutirão foi organizado pela Regional Rio Grande do Sul da SBD (SBD-RS). Na capital, os pontos de atendimento foram a Unidade de Saúde do IAPI, também conhecido como Postão do IAPI, e o Ambulatório de Dermatologia Sanitária (ADS). Somando os dois locais, foram distribuídas 230 fichas de atendimento.

– Tivemos um movimento intenso nas primeiras horas de atendimento, o que reforça a necessidade de ações como esta. Ficamos satisfeitas com o resultado e, principalmente, por contribuir para a saúde destas pessoas, pois a detecção precoce do câncer de pele impacta diretamente no aumento das chances de cura – comentou a vice-presidente da SBD-RS, Taciana Dal’Forno Dini.

Ainda na Região Metropolitana, o Ambulatório de Dermatologia do Curso de Medicina da ULBRA (Canoas) também recebeu a população. No interior do estado, a ação contou com mais seis pontos: Centro Clínico da Universidade de Caxias do Sul (Caxias do Sul), Centro Clínico Univates (Lajeado), Residência Médica em Dermatologia – UFFS/HSVP (Passo Fundo), Centro de Especialidades Municipal da Pelotas (Pelotas), Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Correa Jr (Rio Grande) e Hospital Ana Nery (Santa Cruz do Sul). Ao total, foram mais de 1,3 mil fichas distribuídas.

– Estes atendimentos em mutirões já são realizados há vários anos em municípios onde existem universidades, locais de atendimento ou voluntariado de colegas. O interior, cada vez mais, se alia a estes atendimentos, pois temos uma gama enorme de pessoas da agricultura, que se expõem ao sol diretamente, e agora têm a oportunidade de serem atendidos e examinados – comenta a coordenadora regional do Dezembro Laranja, Suzana Hampe.

Os pacientes atendidos durante o mutirão e que tiveram algum tipo de tumor detectado receberam encaminhamento para nos próximos dias realizarem procedimentos para tratamento cirúrgico. A Regional Rio Grande do Sul da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP-RS) apoiou a Campanha do Câncer de Pele, ajudando na resolução dos casos cirúrgicos atendidos no Posto do IAPI.

De acordo com dados divulgados recentemente pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca), a estimativa é que entre 2018 e 2019 sejam registrado 165.580 mil novos casos de câncer de pele não melanoma no Brasil. A estimativa demonstra uma redução de 10 mil ocorrências em comparação com o último biênio.

Divi WordPress Theme