Telefone / Fax: (51) 3339.1811 sbdrs@sbdrs.org.br

Dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia – Secção RS (SBD-RS) alerta para os principais cuidados ao utilizar piscinas coletivas

No verão, passar algumas horas na piscina, ou em volta dela, é uma tradição para adultos e crianças. Porém, alguns cuidados precisam ser tomados para evitar problemas causados por fungos, bactérias e vírus na pele. A dermatologista e secretária-geral da Sociedade Brasileira de Dermatologia – Secção RS (SBD-RS), Ana Paula Dornelles Manzoni, salienta que as crianças sofrem mais com os incômodos.

– Precisamos ter alguns cuidados quando usamos piscinas coletivas e toda área em volta, principalmente com crianças. Uma das infecções mais comuns ocorre devido ao molusco contagioso, com transmissão frequente nas piscinas infantis. Outro problema é a verruga viral, facilmente transmissível, e infecções fúngicas. O alto nível de umidade é um aliado dos fungo – explica.

A dermatologista reforça que é essencial o uso de chinelos em na maior parte do tempo, além de tomar banhos com água doce com maior frequência. Outra dica é evitar ficar com as roupas molhadas e com os pés úmidos. Na piscina, conversar com os responsáveis e pedir que a água seja constantemente limpa e que o entorno fique o menos molhada possível.

Divi WordPress Theme